COMPARTILHE ESTE BLOG NAS REDES SOCIAIS

segunda-feira, 10 de março de 2014

VÍDEO AULA - COMO BAIXAR VÍDEOS COM O PROGRAMA ATUBE CATCHER


Com este programa temos a facilidade de poder baixar vídeos da internet e convertê-los para diversos formatos de maneira simples e rápida.

Podemos baixar vídeos dos sites:
YouTube, Vimeo, MySpace, Dailymotion, Megavideo, Google Video, Metacafe e Yahoo!;

Pensando nesta ferramenta que possibilita baixarmos vídeos educacionais para que possamos utilizar em nossas aulas, sem dependermos da internet no momento da aula, preparei uma vídeoaula que explica como utilizar este programa para baixar vídeos.

Clique nos links abaixo:

Vídeoaula - Como baixar vídeos 

Onde posso encontrar o programa Atube Catcher

segunda-feira, 24 de fevereiro de 2014

SUGESTÕES RECURSOS DIGITAIS

A utilização de Tecnologias da Informação e Comunicação (TIC's) no processo de ensino e aprendizagem aumenta a cada dia, ampliando as possibilidades de utilização de materiais didáticos, onde reúnem elementos multimídia como, por exemplo, textos, hipertextos, imagens, áudios, vídeos, simuladores e jogos, ou então OBJETOS DE APRENDIZAGEM, que são capazes de integrar esses elementos todos em um só.
Seguem algumas sugestões de recursos educacionais que podem ser utilizados em diversas áreas do conhecimento. Os recursos educacionais que tiverem como especificação instalável, terão que ser instalados no computador ou que precisará de alguns recursos a mais como JAVA, FLASH PLAYER, SWF OPENER, WINDOWS MÉDIA PLAYER E OUTROS, que sempre precisam ser atualizados conforme atualizações expressas normais do computador. 
Segue o link para download:

sábado, 24 de agosto de 2013

EDUCADORES INOVADORES -SP

MICROSOFT BRASIL - SP

FORMAÇÕES LOUSA DIGITAL

 COLÉGIO ALPIS VEREDAS - SEMANA PEDAGÓGICA













TRABALHO.... TROCAS...APRENDIZAGENS...















REUNIÕES PEDAGÓGICAS

ORIENTAÇÕES USO DO NOTEBOOK

FÓRUM INTERNACIONAL ITU -SP

quarta-feira, 26 de junho de 2013


RECURSOS EDUCACIONAIS ABERTOS



Centenas de recursos educacionais disponíveis para uso na plataforma Redu em


Centenas de objetos educacionais disponíveis para colaboração em

segunda-feira, 5 de novembro de 2012

ATELIÊ DIGITAL


Recentemente fui convidada por uma escola de minha cidade, para realizar com os alunos de Jardim, Maternal, Mini Maternal e Berçário o Ateliê Digital, que por sua vez foi idealizado por uma de nossas professoras que já trabalha em uma escola com laboratório de informática.O ateliê digital contou com jogos que trabalham o reconhecimento de letras do alfabeto, como também jogos que trabalham a contagem e o reconhecimento de números.Com os alunos do Mini Maternal e Berçário fizemos uma brincadeira com músicas conhecidas por eles, com animações que trabalham a linguagem oral.

Foi muito gratificante esse momento e mais ainda de poder proporcionar aos pequenos o contato com a aprendizagem através da tecnologia.Estes ficaram encantados e demonstraram interesse, participando  ativamente dos jogos de forma coletiva.

PALESTRA INTERNACIONAL - FEIRA DO SABER 2012



Pude participar desta palestra internacional com Marisa Sergnese," As ferramentas e os ambientes de aprendizagem do século 21", onde foi possível conhecer um pouco mais sobre as competências que um professor precisa garantir que seus alunos aprendam para estarem incluídos no mercado de trabalho no século 21.
Esta palestra me fez refletir sobre os seguintes aspectos:

Qual é a diferença das escolas de hoje e de antigamente?
Mudamos nossa prática, ou continuamos a tradicional forma de ensinar?
Proporcionamos a nossos alunos a criar? Ou simplesmente estamos depositando algumas informações sem deixá-lo ser protagonista de sua própria aprendizagem?
Estamos fazendo uso efetivo de novas ferramentas de ensino envolventes em nossas aulas?

Diante de tantos questionamentos me fez lembrar meus estudos dentro do uso das novas tecnologias aliada a Educação,onde dentre muitos autores, especialmente José Manuel Moran, Isabel Alarcão e Edgar Morin, marcam o papel do professor como um fator primordial e que deste depende o sucesso dessas novas ferramentas, pois o repensar, o refletir sobre sua prática,a vontade de aprender, mudar e inovar, devem estar presentes dentro das competências de um professor do século 21.





FORMAÇÃO COM LOUSA DIGITAL



As novas tecnologias nos trazem inovadoras ferramentas onde é possível transformar a nossa prática e uma delas é a lousa digital, onde podemos criar nossas aulas, deixando-as mais visuais, atrativas para nossos alunos, possibilitando adicionar diversas mídias  como  músicas, vídeos, imagens em um único aparelho tecnológico.
Estas formações aconteceram nas escolas  municipais que já possuem lousas digitais de minha cidade.Uma grande inovação no ensino público.

FORMADORA: MARIA DE FÁTIMA FONSECA KRUSZINSKI

quinta-feira, 27 de setembro de 2012

Ensinando nossos alunos a pesquisar.




Com o uso das novas tecnologias surgem muitas possibilidades de ensinar e aprender e a pesquisa faz parte da vida do ser humano.Mas com a quantidade de informações existentes fica cada vez mais difícil para nossos alunos encontrarem informação mais relevante.
Com a era da informação a escola deixou de ser a única detentora do saber, desta forma "numa relação quase passiva com o aluno", a escola precisa mudar essa realidade,devendo atentar "para a formação do aluno enquanto um agente do conhecimento, enquanto alguém que procura, investiga, questiona, pondera e produz conhecimento.”
Dentro deste contexto, o papel do professor em ensinar o aluno a pesquisar, a selecionar a informação mais confiável, a compreender como filtrar a um determinado assunto está cada vez mais importante e urgente dentro da escola.
Não podemos também de forma alguma, com o uso cada vez mais frequente da internet, negar o acesso às novas ferramentas, mas sim devemos conscientizar, orientar, direcionar para que o educando comece a entender que nem tudo que encontramos na rede podemos confiar.
A pesquisa é um importante recurso na escola, portanto não deve ser tratado com desdém, simplesmente encaminhando a turma de alunos para a biblioteca ou laboratório de  informática para pesquisar.
Existem algumas dicas importantes que filtram as informações pelos sites mais acessados. Mesmo assim devemos entrar nestes primeiros sites, ler as informações e ainda sim, comparar com diversas fontes para se aferir a veracidade da informação.

Seguem abaixo algumas dicas de pesquisa:


1.    Digite uma palavra chave entre aspas. Ex: “dengue”
2.    Digite o assunto que você deseja procura com um sinal de mais “animais+estimação”

3.    Faça uma boa pergunta para seu aluno. Procure instigá-lo para que este tenha curiosidade em procurar o assunto. Cuidado com assuntos muito amplos, faça perguntas mais diretivas. “Esta pergunta não deve ser abrangente a ponto de produzir respostas genéricas ou apenas optativas, contudo, não pode ser muito específica, exigindo do aluno conhecimentos específicos e técnicos do assunto.”

4.    Indique fontes seguras para seus alunos. Além de indicar, precisa também alertá-lo da inconsistência de certas informações, ensinar a confrontar com outras fontes.

5.    Orientar para interpretar – Neste momento é necessário que o professor oriente seus alunos a fazer pequenas anotações para que estas possam ajudá-lo a interpretar a informação obtida na pesquisa em diversas fontes.

6.    Ajudá-lo com um pequeno roteiro de informações. Neste momento o professor pode combinar com seus alunos pequenos roteiros de pesquisa, indicado caminhos, sites, enciclopédias, e também confrontar com livros que tenham o mesmo assunto em questão etc.

7.    Orientar para uma produção escrita: É importante que as informações obtidas na pesquisa depois da interpretação dos dados,que estes sejam transpostos para uma produção de texto. Hoje, com o acesso a internet os alunos costumam copiar e colar e acabam nem lendo o conteúdo do mesmo, portanto, produzir um texto com as informações coletadas, que foram direcionadas pelo professor, será um meio deste não copiar. Fazendo com que ele produza pequenas sínteses, resumos da sua busca e confrontadas com diversas fontes.

8.    Socialização do conhecimento. Quando socializamos algo que aprendemos, guardamos mais e melhor as informações. Portanto, promover debates, pequenos seminários, construir livros digitais com a turminha são formas de produzir conhecimento, que é também uma das funções do uso das novas tecnologias na escola.

“Nós precisamos cultivar a autonomia da aprendizagem nos nossos estudantes, para que, quando eles saírem para o mundo, depois do ensino médio, na faculdade, na carreira ou na vida, eles saibam como pesquisar e pensar criticamente”.
Anne Arriaga, membro da equipe de educadores do Google.

Vídeo - Informática e Educação - A Era da Informação.


SEGUE  TAMBÉM UM VÍDEO COM UMA ENTREVISTA  PARA A REVISTA VEJA,COM JOSÉ MANUEL MORAN,SOBRE A PESQUISA.



 TEXTO : MARIA DE FÁTIMA FONSECA KRUSZINSKI

REFERÊNCIAS:
MORAN, José Manuel. A Educação que Desejamos: Novos desafios e como chegar lá. Campinas ,Sp : Papirus,2007

ENSINANDO AS CRIANÇAS A PESQUISAR


quarta-feira, 19 de setembro de 2012

JOGO EDUCATIVO PARA O 1º ANO





Este jogo é bastante rico com relação as possibilidades de ensinar e aprender principalmente na fase de alfabetização.
Existe a possibilidade de se trabalhar com letras,construção de palavras utilizando letras,contagem, adição etc.

PARA ACESSAR O JOGO CLIQUE:
 

Também podemos baixar, pois o site disponibiliza.


ABRAÇO A TODOS E APROVEITE MAIS ESTA FERRAMENTA!